rez@rafaelrez.com

A importância de estar entre os primeiros resultados nos sites de busca

Uma recente pesquisa de público realizada em conjunto pela Jupiter Research e a iProspect nos Estados Unidos comprovou dados importantes para as empresas que mantém sites na internet e também para aquelas que trabalham melhorando o posicionamento dos sites nos mecanismos de busca.

Publicada em Abril de 2006, a pesquisa intitulada “Estudo iProspect: Comportamento de Usuários em Mecanismos de Busca” (iProspect Search Engine User Behavior Study) foi realizada em Janeiro de 2006 e 2.369 usuários responderam a todas as questões, legitimando um grande volume de dados. A distribuição demográfica considerou: idade, sexo, renda familiar, educação familiar, tipo da residência, região geográfica e tamanho do mercado.

A pesquisa foi comparada a duas anteriores realizadas com metodologias similares, uma em Julho de 2002 (Marketing Tactics of Big Brands Not Meeting Web User Expectations) e outra em Abril de 2004 (iProspect Search Engine Marketing User Attitudes).

O estudo afirma que 62% dos usuários clicam em um link da primeira página de resultados. Em 2002, esse percentual era de somente 48%. Os números confirmam que conforme os sites de busca melhoram seus algoritmos e os sites mais relevantes são encontrados, maior é a tendência do usuário encontrar aquilo que procura.

Abaixo, uma amostragem das perguntas e das respostas dos usuários:

Quando você faz uma procura num mecanismo de busca e está olhando os resultados, aproximadamente quantos resultados você tipicamente revê antes de clicar algum ?

23% somente alguns poucos
39% somente a primeira página
19% as duas primeiras páginas
9% as três primeiras páginas
10% mais que três páginas
———

Quando faz uma busca num mecanismo de busca e não encontra o que está procurando, o que você tipicamente mais faz ?

82% digitam algumas palavras a mais para refinar a busca
———

Ver uma empresa listada nos primeiros lugares dos resultados num mecanisco de busca o faz pensar que a empresa é líder neste segmento ?

36% concordaram
25% se mantiveram neutros
39% discordaram
———

A pesquisa chegou a três conclusões fundamentais, que em verdade não são totalmente novidades, mas agora ficam comprovadas por um estudo extenso e densamente fundamentado nos hábitos cotidianos de diversos perfis de usuários:

Conclusão 1: É vital para os sites aparecerem na 1ª página dos resultados, ou pelo menos até a 3ª página, para serem encontrados pelos usuários de sites de busca. Apenas 10% destes usuários checam os resultados após a 3ª página. 62% dos usuários de buscas só clicam nos resultados da primeira página e 41% dos que não encontram o que procuram trocam de palavras ou até mesmo de mecanismo de busca.

Conclusão 2: A confiança dos usuários nos sites de busca aumentou, e agora conta com o uso de buscas com mais palavras-chave. 82% dos usuários disseram que refazem a pesquisa no mesmo site de busca, porém com mais palavras. Este número era de 68% em 2002.

Conclusão 3: A busca nos mecanismos de busca continua a dar vantagem competitiva para aqueles sites que aparecem no topo dos resultados. 36% dos usuários de busca acreditam que as empresas que lideram os resultados também lideram o mercado. Este pensamento vem se solidificando, uma vez que em 2002 eram 33% os usuários pensando desta forma. Por outro lado, 39% dos usários não pensam desta forma.

Este texto é uma interpretação livre da pesquisa da iProspect. iProspect e Jupiter Research são marcas próprias registradas em seus países de origem.

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI", publicado pela DVS Editora. Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica, já atendeu mais de 1.000 clientes em 20 anos de carreira. Co-fundador da startup GoMarketing.cloud. Fundou seu primeiro negócio em 2002, de onde saiu no final de 2010. Foi sócio de outros negócios desde então, mantendo sempre como atividade principal a direção geral da Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor em diversas instituições: HSM Educação, ILADEC, Cambury, ESAMC,ALFA, ESPM, INSPER. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Sua vez de falar

Seu e-mail não será publicado