rez@rafaelrez.com

Livro: A Busca – John Battelle

Autor: John Battelle
Tempo Estimado de Leitura: 11 horas
Linguagem: Intermediária
Diagramação: Tradicional
Custo-Benefício: Excelente
Páginas: 271
Editora: Campus
Lido em: Nov-Dez/2009
Onde encontrar: Submarino

================================================

A Busca não é só um livro sobre o Google, é o melhor e mais completo livro-reportagem sobre o Google e o mercado de buscas. Isso tem uma explicação relativamente simples: John Battelle é um dos fundadores da cultuada revista Wired e cobre o mercado de tecnologia há muitos anos, gozando de uma excelente reputação no mercado, o que certamente facilitou os contatos para a pesquisa e produção do livro.

Este é aquele tipo de livro que depois que você começa não consegue mais parar de ler. Cada capítulo abre um universo novo e relata os acontecimentos num nível de detalhes que só um repórter muito competente consegue reunir. A narrativa é envolvente e flui muito bem, parece que se está vendo um filme. Outras passagens são mais reflexivas, nas quais Battelle discute comportamentos das pessoas, tendências e faz até exercícios de futurologia (aliás, ele acertou boa parte das futurologias – o cara é bom mesmo).

Foram dezenas de entrevistas para produzir o livro, além de acordos com os fundadores do Google para conseguir a atenção e extrair deles as informações necessárias para costurar a história do mercado de buscas de antes da bolha até 2004, quando o livro foi publicado.

Battelle comenta, entre outras curiosidades, a origem do lema “Don’t be evil” do Google, além de discutir os labirintos a que isso levou o Google quando da entrada no mercado chinês, no qual os resultados de busca são censurados. Há um capítulo inteiro sobre o Google na China, a censura, as questões éticas e sinucas nas quais o Google se meteu ao adotar uma postura de empresa que não quer fazer o mal, mas que se vê “obrigada” a acatar contra-medidas para poder atuar num mercado fechado, ditatorial e onde há censura explícita e falta de liberdade de expressão.

Neste ponto, A Busca é um livro muito maduro e que faz o leitor mergulhar em questões sociais, éticas, comerciais, tecnológicas e culturais, mostrando como a existência da busca mudou nossa visão do mundo e nossa postura frente ao consumo de informações na sociedade contemporânea.

Olhando agora, no início de 2010, parece que um livro sobre o Google publicado há mais de 5 anos pode estar desatualizado, mas ao ler a impressão é exatamente oposta: cada página parece ter sido escrita ontem, se muito.

Para quem trabalha com SEM, SEO ou só com internet mesmo, é um livro indispensável. Faz olhar as coisas com uma visão mais crítica, mais madura e mais abrangente.

A Busca é leitura obrigatória para profissionais de web que queiram estar atualizados e conhecer as histórias por trás da empresa que ajudou a moldar o começo do novo século. Eu recomendo, sem sombra de dúvida.

===========================

Siga-me no Twitter: @rafaelroliveira

Twitada original sobre “A Busca” do John Battelle.

.

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI", publicado pela DVS Editora. Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica, já atendeu mais de 1.000 clientes em 20 anos de carreira. Co-fundador da startup GoMarketing.cloud. Fundou seu primeiro negócio em 2002, de onde saiu no final de 2010. Foi sócio de outros negócios desde então, mantendo sempre como atividade principal a direção geral da Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor em diversas instituições: HSM Educação, ILADEC, Cambury, ESAMC,ALFA, ESPM, INSPER. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.