rez@rafaelrez.com

Marketing Empresarial: entenda as ferramentas necessárias para o sucesso do negócio

marketing-empresarial

Falar em marketing dentro de uma instituição é tentar resumir em uma palavra um conjunto de ações específicas e variadas que visam impulsionar o negócio no mercado. O marketing empresarial possui longas décadas de história e passou por diversas fases no século 20. Porém, o assunto nunca foi tão necessário e fundamental como é no mundo globalizado de hoje.

Entender os efeitos do marketing e a forma correta de planejar as ações empresariais através de análises internas e externas é um desafio para microempresas e grandes companhias. O crescimento da oferta de mercado, do consumo, da concorrência e o desenvolvimento tecnológico fizeram muitas alterações na forma de administrar uma instituição. Devido às novas demandas do século 21, a atenção dos gestores para com as novas necessidades empresariais do mundo moderno torna-se indispensável.

O que começou como uma simples ideia sobre a forma adequada de se relacionar com os clientes e manter os produtos em alta, acabou ganhando inúmeras ramificações e focos diferentes. Atualmente, o marketing empresarial possui diversas variações que tentam abranger todos os setores e os mecanismos que compõem a estrutura de uma organização.

O sucesso de uma instituição financeira no século 21 está muito mais na capacidade da gestão de enxergar os detalhes necessários para um planejamento adequado e um bom preparo para vencer desafios. Quanto mais o marketing foi utilizado para orientar os planos da companhia, maiores serão as chances do negócio atingir as metas e se tornar referência no ramo. Por isso, é fundamental que as empresas invistam em uma boa gestão de marketing, procurando atingir a essência do trabalho em todos os setores.

Quando as empresas estavam começando a se desenvolver na década de 1950, o conceito e utilização de marketing não faziam muito sentido. A época era de um mercado sem concorrentes, em que os consumidores não possuíam poder de decisão e a compra dos produtos ou serviços estava sempre garantida. Porém, hoje em dia já não é mais possível manter um negócio ativo, com boa visibilidade e clientes fieis sem o uso e estudo das estratégias de marketing.

Marketing empresarial x Marketing pessoal

O conceito marketing não se refere apenas ao mundo dos negócios, pois a ideia de marketing está muito mais ligada a um planejamento estratégico para atingir metas do que a estrutura de uma companhia em si. O marketing pode ser utilizado de forma pessoal, por profissionais autônomos que buscam destaque no mercado ou trabalhadores que objetivam visibilidade no âmbito profissional.

O marketing pessoal funciona através do desejo pessoal de alcançar metas profissionais em um determinado período. Para esses profissionais, a busca dos resultados ocorre através de um planejamento estratégico particular, muito diferente dos planos executados pelas companhias.

Já o marketing empresarial apresenta uma estrutura muito mais complexa, em que a dedicação de uma única pessoa não é suficiente para alcançar as realizações desejadas. O marketing empresarial exige um trabalho em conjunto e uma união entre os gestores e funcionários, com o comprometimento de fazer com que a empresa alcance o patamar desejado.

Manutenção da imagem e valores

Para a maioria das empresas, a principal preocupação gira em torno da imagem do negócio e como os clientes percebem a instituição e os produtos. As principais ações de marketing empresarial envolvem o relacionamento com os consumidores e os mecanismos que ajudam a gestão a entender o que os compradores necessitam e desejam.

A imagem de uma marca é uma vertente que precisa de muita atenção e esforços da empresa, pois qualquer deslize pode acarretar em consequências irreversíveis. Neste contexto, o marketing da comunicação interna também se torna importante, pois a maneira como os funcionários enxergam a empresa reflete na imagem da marca também para o público externo.

Por isso, é essencial que a entidade tenha valores éticos e morais muito bem definidos, para que os funcionários sintam-se seguros e respeitem o local de trabalho. Desta forma, o respeito dos consumidores também poderá ser concretizado. Os valores empresariais precisam abranger desde regras de trabalho e segurança, até os cuidados com a produção e qualidade do serviço, pensando em todos os fatores que influenciam na visão de imagem que os consumidores possuem.

Principais tipos de marketing

Devido à ineficiência de um único tipo de marketing no cumprimento das metas empresariais, a mercadologia passou a estudar outros pontos que não podem ser ignorados por uma instituição e que também precisam de planejamento estratégico. O amadurecimento do marketing e as maiores necessidades de adotar planos eficientes nas instituições fez com que o marketing se dividisse em diversas áreas.

A cada ano, novos conceitos e focos diferentes surgem no estudo do marketing, devido às necessidades que se apresentam como efeitos da tecnologia, desenvolvimento e globalização. Há tipos de marketing que são úteis para determinadas empresas, mas que possuem objetivos ainda distantes para pequenas companhias. No entanto, também há categorias do marketing empresarial que se fazem necessárias para o maior número de entidades possível, devido à necessidade de manter a marca em alta. Confira três tipos de marketing relevantes para qualquer organização:

Marketing de relacionamento: Desde os primórdios da história da mercadologia, o marketing de relacionamento se fez necessário e se tornou a principal variante do marketing empresarial. Os clientes correspondem à parte mais importante para qualquer negócio, pois se não houver vendas, a instituição simplesmente não existirá.

Endomarketing: Esse tipo de marketing é semelhante ao marketing de relacionamento, mas possuí objetivos internos. O endomarketing tornou-se necessário quando os estudiosos do assunto e os gestores de grandes companhias começaram a perceber a importância do bom relacionamento com o público interno. Cuidar apenas do público alvo e se esquecer de satisfazer as necessidades dos funcionários mostrou-se ser um grande erro, pois o público interno influencia na qualidade do trabalho, no serviço prestado e na imagem da companhia.

Marketing social e ambiental: Esses dois tipos de marketing, social e ambiental, visam criar condições para que a empresa mostre a sua seriedade e comprometimento com a sociedade. O marketing social tem por objetivo promover ações que tragam resultados positivos para a sociedade e ajudem a constituir um pensamento de compaixão e solidariedade para com o próximo. Já o marketing ambiental tem como meta mostrar ao público que a entidade se preocupa com o meio ambiente e é ecologicamente correta. Esse marketing também auxilia na promoção de ações de educação ambiental na sociedade.

Rafael Rez

Autor do livro "Marketing de Conteúdo: A Moeda do Século XXI", publicado pela DVS Editora. Possui MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em 2013. Fundador da consultoria de marketing digital Web Estratégica, já atendeu mais de 1.000 clientes em 20 anos de carreira. Co-fundador da startup GoMarketing.cloud. Fundou seu primeiro negócio em 2002, de onde saiu no final de 2010. Foi sócio de outros negócios desde então, mantendo sempre como atividade principal a direção geral da Web Estratégica. Além de Empreendedor e Consultor, é Professor em diversas instituições: HSM Educação, ILADEC, Cambury, ESAMC,ALFA, ESPM, INSPER. Em 2016 fundou a Nova Escola de Marketing.

Sua vez de falar

Seu e-mail não será publicado